Nota da APG-Fiocruz Rio sobre o Decreto Presidencial 9.288/2018, que formaliza a intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro

A Associação dos Pós-Graduandos (APG) da Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (Fiocruz-RJ) vem através desta nota demonstrar total preocupação a respeito do posicionamento (Decreto Presidencial 9.288/2018) do governo federal em intervir na área de segurança pública no Rio de Janeiro.

Primeiro, isso demonstra uma falência por parte do Estado, ineficiência e incompetência em exercer sua função constitucional, e quando a faz, oprime e mata, principalmente e seletivamente a população mais pobre e negra, como também os próprios agentes públicos, a exemplo do grande número de policiais militares mortos. Ou seja, a forma de controlar a violência só tem gerado ainda mais violência e mortes.

Segundo, que a pretexto de “combater a violência” e ajudar o estado do RJ, o governo Temer implante medidas que retiram direitos e liberdades individuais e coletivas, privatizam bens públicos e ataque as liberdades democráticas e os direitos humanos.

Por fim, conclamamos a toda comunidade da Fiocruz (estudantes, servidores, pesquisadores, gestores, terceirizados, etc.) a estarmos atentos e unificados para lutar contra desmandos autoritários ou atitudes arbitrárias que por ventura essa intervenção venha trazer, discutindo a verdadeira causa da violência, seus determinantes e consequências.

Esperamos que haja respeito à população e que também intervenha junto às famílias que perderam suas moradias devido às enchentes no Rio de Janeiro.

APG-Fiocruz/RJ

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s